Vamos Fugir!



Sabe aquela velha história que estamos cansados de ver nos filmes e seriados onde casais fogem pra Las Vegas para se casarem longe de tudo e todos? Nada de padrinhos, madrinhas, pais dos noivos e nem convidados. A troca dos votos tem como cenário uma linda paisagem (na maioria das vezes, algum lugar distante da cidade do casal), isto é o Elopement Wedding.


A origem do termo vem da raiz Elope, que significa fuga ou o ato de fugir ou ser evasivo. É uma expressão que vem dos tempos da idade média onde casais fugiam com seus verdadeiros amores para evitar o casamento arranjado. Atualmente o Elopement Wedding se tornou um pequeno desdobramento do que se tornou o Destination Wedding, onde o casal realiza o seu grande dia em algum cenário paradisíaco, seja numa praia ou num hotel luxuoso totalmente fora da rota comum do casal.


Quem já organizou um casamento sabe que, com tantas preocupações e stress, a ideia de jogar tudo pro ar e simplesmente ter um momento a dois é realmente tentadora. Mas a ideia do Elopement Wedding vai além da economia ou da praticidade. É perfeito para casais que sonham com um momento tão especial só pra eles, cheio de intensidade, profundidade, significado e muita intimidade.


Mas então... como exatamente funciona o Elopement Wedding (EW)?


Apesar da filosofia de fuga do stress e da rotina de um casamento mais tradicional, alguns cuidados são necessários para a realização deste momento. Vamos abordar alguns dos aspetos essenciais para que nada estrague este momento que é tão marcante na vida do casal.



1) Seus amigos e família não vão gostar da ideia

Parece óbvio, não é mesmo? O casamento é um momento muito importante na vida de qualquer pessoa, especialmente à aqueles que sonham desde pequenos. Por isso, é fundamental conversar com todos pessoalmente, ANTES do casamento. Jamais, em tempo algum, deixe de os avisar que irá optar por um casamento a dois. Mesmo sabendo que, além da inevitável tristeza, eles poderão sentir-se frustrados por não serem convidados para participar de um momento tão importante da sua vida. Surpreende-los com um anúncio pós-casamento com um simples “Casamos!” soa muito mais terrível. Se preferir, nada impede de incluir seus pais e irmãos (ou melhor amigo/a) na “fuga”.


2) A burocracia é inevitável, mas com planejamento vale tudo

Informe-se sobre o que é necessário para casar e veja se tem a documentação toda em dia, caso opte por casar no exterior, e se o país onde estão planejando se casar exige alguma documentação mais específica, período de espera, número de testemunhas necessário, etc.


3) Estabeleça um orçamento, faça um check list e escolha o local

Quando se fala em EW logo vem a mente a imagem do casal perante um celebrante com os pés na areia e aquele clima maravilhoso num fim de tarde, mas ter um orçamento reduzido para celebrar o seu casamento no cartório da tua cidade, na sua praia favorita, no teu hotel dos sonhos, ou em qualquer lugar próximo que tenha um significado especial para vocês. É preciso ter a noção de que se optar por fazer um EW, muitas das coisas que lhe pareciam impossíveis de se realizar, ficam muito mais acessíveis.



4) Cerimonialista, Fotógrafo e/ou Cinegrafista

Estes são os três profissionais que serão indispensáveis para que o seu grande dia seja incrível e memorável. Por mais que este estilo de casamento seja mais “desprendido”, um bom cerimonialista ao seu lado vai tornar a sua vida muito mais tranquila, com os horários dos fornecedores e do celebrante, ou até mesmo reservas de mesa ou qualquer outra ideia que tenha tido para a sua cerimónia. Além disso, se teu casamento estiver planejado para acontecer no exterior, procure uma assessoria no local poderá sugerir locais especiais que jamais um turista teria acesso. Fotógrafo e/ou cinegrafista são fundamentais para que registe o momento.


5) Economizar? SIM, é possível

A duração de um EW é muito mais curta do que um casamento convencional. Por isso, se marcar a data num dia da semana e/ou com horários menos concorridos/tradicionais é certeza que conseguirá algo mais em conta.


6) A dois sim, mas com muita classe

Alguns casais levam o EW de forma tão despreocupada que acabam não planejando nada de especial. Não caia nesta armadilha, afinal de contas É O SEU CASAMENTO! Noiva, preocupe-se da mesma forma com o seu vestido, da mesma forma o noivo, nada de chegar todo largado na cerimônia! Pode ser algo mais simples e casual, não tem problema, fica até mais apropriado para um casamento no civil feito em cartório, mas arrase, é o seu dia! Escolha um buque bem bonito e arrase na make e cabelo, faça brilhar como nunca neste grande dia. Reserve uma mesa no seu restaurante preferido (ou o restaurante do hotel) e prepare-a com todo o requinte, louça diferenciada, etc. Celebre o jantar a dois com uma boa garrafa de champanhe e todo o romantismo que a ocasião exige. Não esqueça que este é um dia MUITO especial!


____________________



Se chegou até aqui creio que tenha curtido bastante a ideia. Então, quero te convidar para um café com a gente, o que acha? Vamos colocar esses planos pra fora do papel?



57 visualizações