6 Dicas para economizar no seu casamento


Planejar e organizar um casamento não é nada fácil, mas não precisa ser caro! Hoje vamos provar que o dia do seu casamento pode ser maravilhoso e ainda caber no seu bolso. <3


1- Antecedência e Organização

Quem nunca deixou algo pra ser feito em cima da hora, não é mesmo? No planejamento para um casamento, às vezes não é muito diferente, mas se você está aqui é justamente porque se preocupa e quer tudo acontecendo dentro do planejado. Sabe aquele ditado popular que diz "Quem tem pressa come cru"? Pois é, o mesmo se aplica aqui. Deixar as coisas para a última hora significa que tudo pode sair mais caro.


Se planejar para o seu casamento é a melhor forma de economizar. Quanto antes for decidido o seu cerimonial e o local do casamento, melhor será pra organizar o restante. A maior vantagem de se antecipar e planejar tudo com calma é poder diminuir o tamanho das parcelas, o que facilita muito pro casal com as contas do mês e do casamento, ou conseguir um desconto à vista bem interessante.


Boa parte deste planejamento deve ser a sua organização com todo o casamento. Portanto:

  1. Sempre anote tudo o que for importante e arquive este material numa pasta, pode ser física ou digital, o que for mais fácil para você. Separe e organize o contrato de cada um dos fornecedores contratados. Caso surja alguma dúvida, isso vai facilitar muito na hora de consultar a papelada e será um adianto de vida.

  2. Crie planilhas e detalhe os custos de cada fornecedor que conversar. Lembre-se que nem sempre o mais barato será o melhor pro seu casamento, mas pra quem quer economizar, medir o custo beneficio de tudo é muito importante.

Ainda sobre a importância de se organizar e planejar. Ao visitar os locais onde pretende realizar o casamento tente imaginar o local já decorado. Veja qual se encaixa melhor no custo benefício, pois de nada adianta economizar no aluguel do espaço e gastar a diferença preenchendo espaços vazios com a decoração extra que teve de contratar pra cobrir os espaços vazios. Um bom cerimonial te ajudará muito nessas horas, lembre-se disso.


2- Lista de convidados

O famoso dilema das noivas com a lista de convidados. Tão importante que vale um artigo aqui no blog só pra falar da bendita, mas também é um ponto fundamental quando falamos de economia no casamento.


Quando começamos a montar a lista pela primeira vez muitas vezes percebemos como somos abençoados por tantas pessoas que conhecemos. É gratificante saber que cada nome presente na lista tem um motivo para estar ali, porém quando optamos por um casamento mais econômico, fica inviável chamar a todos. O número de convidados pesa no valor final do orçamento. Portanto alguns cuidados precisam ser tomados na hora de montar a lista de convidados.

  • Dos parentes mais próximos, quem realmente convive comigo? E dos parentes mais distantes?

  • Quais amigos são mais presentes na minha vida? Dentro do trabalho será que realmente preciso chamar alguém?

  • Por que eu deveria chamar estes convidados?

Sabemos da importância da lista de convidados, mas leve os pontos citados em consideração e veja como a sua festa pode ser maravilhosa mesmo que tenha menos convidados que o previsto inicialmente.


3- DIY (Faça você mesmo)

Uma opção muito válida na hora que o orçamento realmente apertar é poder fazer as coisas nós mesmo. Uma das vantagens de se antecipar e planejar o casamento com antecedência é ter o tempo necessário para fazer lembrancinhas ou certos detalhes da decoração manualmente. Uma decoração bem feita de forma manual vai tomar muito tempo. O ideal seria ter alguém especializado para realizar tal tarefa, mas se estamos cortando custos e podemos economizar, porque não chamar os padrinhos e madrinhas e pedir aquela mãozinha?


Aproveite este tempo não só para economizar financeiramente, mas investir e estreitar os laços e criar memórias com pessoas que são queridas a nossa volta, pois é disso que casamentos são feitos.


4- A melhor data para o casamento

Escolher a data do dia do casamento sempre tem um significado e um valor sentimental importante para os noivos, e vocês tem toda a razão para se apegarem a essas datas. Contudo quero propor um ponto de vista diferente ao escolher a data ideal para o seu casamento.


Geralmente a data escolhida é uma referência a algum acontecimento importante na vida do casal, como o dia que começaram o namoro, ou a primeira conquista juntos como parceiros. Então porque ao invés de focarmos em uma memória passada não criamos uma nova? Por que não pensar na data do casamento não somente como uma reafirmação e renovação dos laços que desenvolveram durante o relacionamento até aqui, mas como a criação de novas promessas, com novas importâncias e de que a partir daquele momento um novo ciclo iniciará.


Pensando desta forma fica muito mais fácil e flexível escolher a data do casamento. Talvez celebrar uma data tão simbólica como esta durante a semana não seja a coisa mais glamurosa do mundo. Então não se acanhe ao deixar de celebrar seu casamento num sábado a noite, pois mesmo que ele seja realizado de forma mais econômica, o mais importante já estará lá. Lembre-se de que o fundamental nesse dia é poder celebrar com as pessoas que mais nos importamos em nossas vidas. É um momento pra ser curtido e relembrado com alegria! A importância que esse dia terá em suas vidas são vocês que decidem.


5- Defina um limite para o seu orçamento

Parece óbvio, mas infelizmente não é. Muitas noivas pulam essa etapa, e quando param para somar tudo o que estão orçando, se assustam com o valor bruto final. Vamos analisar e pensar um pouquinho? Cerimonial, Casa de festa, Decoração, Fotografia, Filmagem, Buffet, Bar e drinks, Vestido de Noiva, Aliança, Lembrancinha dos padrinhos, e não para por ai... A lista de fornecedores varia muito de noiva pra noiva, mas pensa em como tudo isso pode sair uma fortuna se não for bem planejado.


Defina um limite, faça metas, e converse muito com cada um dos fornecedores que for visitar. Ultrapassar o limite estabelecido pode ser um problema? Depende muito dos fornecedores que estão contratando. É ai que entramos no próximo ponto.


6- Contrate bons profissionais

Parece contraditório o que vou dizer aqui, mas gastar bem com profissionais de excelência vai ser uma das melhores economias que você vai fazer. Contratar bons fornecedores vai tornar a sua experiência muito melhor no dia do seu casamento.


Pagar caro é contratar um profissional duvidoso, que executa um trabalho ruim e muitas vezes nem entrega o material que foi combinado. Comento mais a respeito neste outro post sobre os 5 passos fundamentais para contratar o seu fotógrafo. Lá eu foquei mais no serviço da fotografia, mas muito do que foi dito se aplica a outros fornecedores também.


Vamos fazer um exercício rápido? Imagine que você está no mercado fazendo compras e resolveu cozinhar uma macarronada em casa pra receber alguns amigos no final de semana. Chegando na gondola você se depara com duas marcas de macarrão. Você pega cada uma delas, compara, verifica validade e conclui que não há nenhuma diferença significativa entre elas. Qual macarrão você escolheria, o mais barato não é? Agora imagine que ao fazer a comparação você se lembra que uma de suas amigas comentou a respeito de uma das marcas. Ela fez mil elogios e ressaltou vários aspectos sobre a qualidade do macarrão. Agora a escolha soa mais óbvia, não é mesmo?


Existe uma diferença entre o valor e o preço das coisas. Quero dizer aqui que investir em bons fornecedores sempre será mais econômico que contratar fornecedores baratos. Portanto, dos profissionais que você está visitando, quais te saltaram mais aos olhos e porque? Deixe tudo isso muito claro na hora que for colocar na ponta do lápis. Anote cada detalhe, faça observações e esclareça todas as dúvidas antes de fechar o contrato.

_____


Se chegamos até aqui é porque você gostou das dicas que viu. Então quero te agradecer oferecendo uma dica extra! Cada casal sabe até onde o bolso aperta, mas quero que entendam que o valor material do casamento e da festa não devem ser mais importantes do que a nova familia que está surgindo. Viver ao lado de quem se ama é o que importa. E isso, não tem preço que pague.



DICA EXTRA !!!


Já comentamos aqui o quanto um casamento pode nos surpreender quando o casal não se prepara e planeja de forma adequada pra custear dia do casamento. Por isso quero apresentar uma dica incrível que você pode levar pra vida!


O método é simples e consiste em algumas perguntas rápidas.

  • Quero? (Sim/Não)

Se sim, então próxima pergunta.

  • Preciso disso agora ou posso esperar? (Agora/Espero)

Este fornecedor tem de ser decidido agora? A prioridade dele na minha lista é alta? Se sim para ambas as perguntas, próxima questão.

  • Eu posso? (Sim/Não)

É agora que as coisas começam a mudar de perspectiva e a economia vai tomando forma. Normalmente as decisões por impulso se encerram por aqui e fica muito mais tranquilo de planejar o seu casamento de forma mais racional e econômica. Isso vai te livrar de muitas dívidas e boletos indesejados.

  • Está caro pra mim? (Sim/Não)

Estar caro ou barato é algo muito subjetivo e vai de cada um. Lembre-se do exercício que fizemos mais cedo sobre o macarrão no mercado. É aqui que ele vai te salvar de uma enrascada na hora de contratar os fornecedores do seu casamento.


_____


Ufa! Esse artigo foi bem longo, mas eu quero te agradecer do fundo do meu coração, pois se você chegou até aqui é um sinal de que este post foi útil de alguma forma para o seu casamento. Então quero te convidar para conhecer mais do meu trabalho conferindo o meu site. Aliás, o que você acha marcarmos um café e conversar melhor sobre o seu casamento? Vai ser um prazer te atender e conhecer mais da sua história! :D



101 visualizações